MOZAMBIQUE


  • Português
  • English

As últimas estimativas sugerem que um em cada oito moçambicanos vive com o HIV/SIDA, tornando-se um dos países mais afectados pela epidemia. Cerca de 130.000 mulheres grávidas não têm acesso ao tratamento anti-retrovirais no país (fonte: Spectrum 2017). Nos últimos anos, Moçambique tem registado uma redução no número de crianças infectadas por HIV, um acrescimo no número de mulheres e casais que fazem o teste de HIV, assim como um maior número de mulheres grávidas que tem acesso ao TARV. Contudo, como em muitos países com poucos recursos, a adesão e retenção ao tratamento do HIV nos serviços é baixa. Isto é particularmente verdade entre mulheres grávidas seropositivas e lactantes, que resulta num risco alto de transmissão do vírus do HIV para as crianças durante a amamentação e um nível baixo de testagem para criançase expostas. Isto torna mais díficil a capacidade o país em eliminar o HIV pediatrico e alcançar metas globais.

OVERVIEW: (Até Janeiro 2018)
Começo do Projecto2018
Número de US  operactionaisem 201824
Mães Mentoras a trabalhar em  2018
nas unidades sanitárias e comunidades
296
Prevalência Adultos*11.5%

Alinhado a Estratégia Nacional de combate ao HIV, Moçambique formalizou a Estratégia de Grupo de Mães para Mães em 2010, um programa de apoio para mães seropositivas, adaptando elementos do Modelo Mães Mentoras da m2m. No entanto, as taxas de transmissão vertical do HIV tem permanecido altas. Com base nestes resultados, surge a necessidade do PEPFAR e o MISAU colaborar para revitalizar a estratégia dos GMPM. A m2m estabeleceu uma parceria com o Governo que contribui para a o sucesso desta iniciativa. O projecto irá receber um financiamento inicial de 6 milhões de dólares para um período  de dois anos, fundos do  Plano de Emergência do Presidente para o Alívio do HIV/SIDA (PEPFAR), a ser gerido pelos Centros de Controlo de Doenças dos Estados Unidos (CDC) e pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID).

No primeiro ano, a m2m espera prestar serviços em 24 Unidades Sanitárias de alto volume e mulheres grávidas. A m2m também irá prestar assistência técnica ao MISAU e outros parceiros a nível nacional e provincial para melhorar o currículo de Mães para Mães, formação, ferramentas, estruturas e políticas. Outras actividades incluem o desenvolvimento de um sistema robusto de monitoria e avaliação (M&A) para o programa de MpM a nível nacional e local e a prestação de assistência estratégica ao MISAU, de modo a estabelecer e implementar uma nova estratégia de prevenção de transmissão vertical (PTV).

*PEPFAR Mozambique Operational Plan 2017

Mozambique is one of the countries most affected by the HIV/AIDS epidemic. Latest estimates suggest that around one in eight Mozambicans is living with HIV, and 130,000 pregnant women are in need of antiretroviral therapy (ART).* In recent years, Mozambique has seen a reduction in new paediatric HIV infections, alongside increases in women and couples testing for HIV and HIV-positive pregnant women accessing antiretroviral drugs. However, as in many resource-limited countries, Mozambique struggles with retaining patients in care. This includes HIV-positive pregnant women and new mothers, which results in an increased risk of HIV transmission to infants during the breastfeeding period and lower rates of testing among HIV-exposed infants. That has limited the country’s ability to eliminate paediatric AIDS and meet global targets.

OVERVIEW: (As of January 2018)
Current Programme Inception2018
Sites scheduled to open in 201824
Mentor Mothers to onboard in 2018 in
health centres and communities
296
Adult HIV prevalence*11.5%

As part of the national strategy to combat HIV, Mozambique has operated Maes para Maes (MpM), a community support programme for HIV-positive mothers which contains elements of m2m’s Mentor Mother Model, since 2010. m2m supported the Ministry of Health (MISAU) to establish this model with support from UNICEF. Starting in 2016, to support further efforts in Mozambique to eliminate paediatric AIDS and meet global treatment goals, the U.S. President’s Emergency Plan for AIDS Relief (PEPFAR) and MISAU collaborated to revitalise the MpM strategy. m2m has been engaged to contribute to the success of this effort, with $6.1 million in funding from PEPFAR for an initial two year period, administered by the U.S. Centers for Disease Control (CDC) and the United States Agency for International Development (USAID).

In the first year, m2m will deliver direct services in 24 high-volume health facilities and in year two, m2m anticipates further expansion to support health facilities with high burden of vertical transmission. m2m will also provide technical assistance at national and provincial levels to MISAU and other partners to improve the MpM curriculum, training, tools, structures, policies, and implementation. m2m will also support the development of a robust monitoring and evaluation (M&E) system for MpM at the national and local level.

Click here to access m2m Mozambique Factsheet

*PEPFAR Mozambique Operational Plan 2017